Ningum foi punido pelos escndalos do Senado. Jarbas denunciou em vo, surgiram novos mensales. Que na verdade comearam com a reeeleio de FHC em 1998. A sucesso no anda nem desanda, o PMDB, isolado. Por que no fazem a chapa Daniel Dantas-Gilmar? Dona Dilma prega o ESTADO FORTE, quase o ESTADO NOVO

Como o mundo est globalizado, multinacionalizado, cada vez mais PRIVATIZADO com o dinheiro do cidado-contribuinte-eleitor, os assuntos no se localizam apenas num pas, escorregam ou extravasam para todos os lados.

Como est tudo parado, Legislativo, Executivo e Judicirio, e nos prximos 50 dias no andaro mesmo, lembremos de ontem e hoje, para refletir e projetar o amanh. Que ainda se refugia em local incerto e no sabido.

Parece palavreado de policial? E o que que no parece policial, a no ser de forma evidente, O CIDADO ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA. O cidado? Desculpem, OS CIDADOS.

Nada local, estadual ou mesmo nacional. Os fatos, sejam polticos, eleitorais, financeiros ou econmicos, explodem derrubando todas as barreiras, e se transformando em universais, dos EUA China, contaminando tudo e todos.

No momentos, trs assuntos tm prioridade absoluta, embora em vez de trs, pudessem ser 10 ou 20. Mas fiquemos nesses trs, que alm da repercusso, tero consequncias.

Quais so esses suprapartidrios, superprioritrios, superescandalosos? 1 A entrevista de Jarbas e a omisso culpada e culposa do PMDB, que veio em linha reta do autntico MDB.

2 A crise financeira que obrigatoriamente teria que se transformar em econmica. (J se transformou, carregando muitas das esperanas depositadas no presidente Obama).

3 E o desperdcio do dinheiro do cidado, aos TRILHES. Ningum contra a utilizao de recursos para que a normalidade volte, principalmente em termos e emprego, pois os trabalhadores sempre pagam a conta.

Antes de examinar separadamente cada um dos trs assuntos, continuemos perguntando aqui, o que venho perguntando com insistncia. A – De onde vem tanto TRILHO? B Para onde vai tanto TRILHO?

O que Jarbas Vasconcelos no pde calar

Ningum esperava, embora o ex-governador de Pernambuco, dentro do PMDB (o seu partido de sempre) fosse tido como bomba que podia explodir a qualquer momento. Explodiu e com mais fora do que todos esperavam.

Jarbas foi didtico, sinttico, tico, avassalador. Detonou o PMDB, mas no todo, colocando aquele QUASE, que salvou muita gente que tinha mesmo que ser salva, no podia ser atingida. Mas no se restringiu nem reduziu as acusaes contra o PMDB, este uma fonte inesgotvel de patifarias, de fraudes, de falsificao, de objetivos.

O ex-governador de Pernambuco no deu nomes, teria que utilizar papel em resmas e quantidades colossais. S que o partido velho e alquebrado, que ainda o maior do pas, no quis e, lgico, no pde se defender.

E olha que o acusador, no relacionou o grande escndalo do PMDB, j citado aqui muitas vezes. Controlando a Cmara e o Senado, com o maior nmero de prefeitos e governadores, jamais quis o Poder diretamente, ou seja, no disputou nem vai disputar a Presidncia.

Motivo? que, se eleger o presidente, o PMDB ter que dar aos outros os cargos que hoje domina despudoradamente. o maior partido para qu? Para nada. Ou melhor: para dominar o pas, sem projeto, sem compromisso, sem programa, sem campanha, sem vitria e sem posse.

O PMDB (a cpula) disse apenas: Foi desabafo do senador. No foi desabafo e sim demolio. Raros poderiam defender esse PMDB, mas no querem, pois sabem que Jarbas no exagerou um milmetro que fosse.

O PMDB no tem cacife nem cacique com potncia de fogo para expulsar Jarbas Vasconcellos. E em matria de defesa delegaram Poderes a Serginho Cabralzinho filhinho, que retumbou: O senador generalizou. EU NO SOU CORRUPTO. Ha! Ha! Ha!

Esqueceu do dossi Marcelo Alencar, que mostrou publicamente como ele construiu seu patrimnio? Srgio no respondeu na hora, tenta usar a visibilidade agora. No trabalhou jamais, seu patro foi sempre a mquina pblica.

Os trilhes do cidado

2 A crise financeira comeou no setor hipotecrio-imobilirio dos EUA, e se espalhou pelo mundo. Logo compararam a falncia de 2008 com o que chamaram de crack das bolsas de 1929. Na verdade existiam e existem realmente algumas semelhanas. Mas o principal: nenhuma fiscalizao, em 80 anos de jogatina desenfreada.

S que 1929, os que provocaram a crise, no foram ajudados por ningum. Pagaram com a prpria vida, se matando depois de terem matado a economia. E as primeiras providncias s foram tomadas 4 anos depois, com a eleio de Rooselvelt. O presidente catastrfico era Herbert Hoover, (uma espcie de Bush filho), quase 80 anos antes.

EUA: a ESTATIZAO DE 1933,
a ESTATIZAO de 2008/2009/2010

3 Roosevelt assumiu com a maior devastao da histria dos EUA. Os Fundadores da Repblica jamais pensaram nisso. Mas Roosevelt honrou e dignificou os 8 sbios da Filadlfia. ESTATIZOU tudo, mas no como tentam hoje.

O grande presidente tomou posse com 16 milhes de desempregados, j tinha pronto o New Deal. E formou seu gabinete com jovens no mximo de 25 anos, logo identificados como brain trust, desculpem, o monoplio da inteligncia.

Reergueu o pas, tudo passou ao controle do Estado, gua, metrs, energia, ferrovias, educao, sade, sem que qualquer aventureiro se apossasse de um dlar que fosse. E implantou uma fiscalizao, que funcionou, at que foi totalmente abandonada, a partir dos anos 80.

* * *

PS Agora, na contramo de tudo o que foi feito por Roosevelt, esto ESTATIZANDO com o dinheiro do cidado, mas os maiores acionistas continuam sendo os aventureiros que provocaram a crise. I-N-A-C-R-E-D-I-T--V-E-L.

PS2 Terminando 2009, comeando 2010, a suposta candidata de Lula, a Chefe da Casa Civil afirmou: O desenvolvimento s poder ser alcanado com o ESTADO FORTE. Parece muito com o ESTADO NOVO, e o ESTADO AUTORITRIO de Chvez. Agravado e ameaado pelo temperamento da CANDIDATA.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.